Postagens

Bursite Pré-patelar Traumática

Imagem
Blumenau (SC), 30 de Abril de 2017. O ano de 2016 foi um ano off de corridas, devido ao foco profissional já relatado anteriormente.
Off de corridas, mas não de lesões.
No final de 2016, em uma visita a um terreno, ao atravessar uma vegetação densa, despenquei de um talude e cai com o peso do meu corpo sobre o joelho direito no chão. A queda não teve outras avarias físicas, exceto a dor no joelho no momento.
Passados alguns meses a dor me acompanhou. Ao certo, a dor oscilava, de forma leve, com algumas pontadas na patela, local do trauma.
E eu cada vez mais titubeando seu diagnóstico.
Já incomodado e com vontade de voltar a correr, procurei um médico, ortopedista e especialista em joelho. Diagnóstico: Bursite Pré-patelar Traumática.
Descobri que o joelho possui 5 bursas, a bursa pré-patelar está localizada entre a rótula e a pele, entre as 5 do joelho é a que tem mais chances de desenvolver a inflamação. Saiba mais aqui.


Apesar do nome estranho, por muita sorte, a intervenção não é assustado…

Corrida Internacional de São Silvestre 2015 - 15km

Imagem
São Paulo (SP), 31 de Dezembro de 2015. 


...mas não gastes o coração, que há maiores  surpresas na vida...
(Machado de Assis)

 Para sempre

2015.. o ano para lembrar e esquecer... o ano de emoções, surpresas e perdas.
Devo dizer que a São Silvestre tem um lugar especial em meu coração. Ela foi a responsável por esse blog.
Em 2015 fiz inscrições de algumas provas que acabei não participando, como foi o caso na Corrida da Ponta do Papagaio, Meia Maratona de Balneário Camboriú e o Desafrio em Urubici.
No começo do ano, aceitei a proposta para trabalhar em uma grande construtora, que figurava em 2015, entre as 20 maiores do Brasil. O cronograma das obras e viagens constantes pelo litoral catarinense, eram bastantes desgastantes o que me fizeram abandonar os treinos de musculação e corrida, mas ao mesmo tempo um grande passo profissional havia realizado.
O ano começou com conquistas... e perdas... a primeira, ocorreu no início do ano, com o falecimento da avó da minha esposa; Dona Valdemira, m…

Corrida Internacional de São Silvestre 2014 - 15km

Imagem
São Paulo (SP), 31 de Dezembro de 2014. Existem muitos motivos para fazer uma São Silvestre, e muitos outros para não fazer. Mas uma coisa é certa, quem faz, não se esquece. A fratura na fíbula e as mudanças profissionais, me fizeram mudar o foco durante o ano, foram apenas 3 provas em 2014: Night Run Costão do Santinho, Corrida da Ponta do Papagaio e Maratona de Santa Catarina.






Se existem motivos para fazer um São Silvestre, pra mim, existem outros tantos para fazer novamente essa prova.

Nessa edição, estava com a presença especial da Dani. Era a sua estréia na São Silvestre e tínhamos muito à comemorar.

Fomos um dia antes e pudemos fazer um passeio em diversos pontos da cidade.

Em um deles, foi visitar a loja da Asics na Rua Oscar Freire, onde eles ofereciam aos clientes, sem custo algum, uma medição em 3D do pé, e também uma medição do estilo de corrida em movimento. Essa medição é importante para descobrir características da sua pisada, para então utilizar o calçado mais apropriado,…

Maratona de Santa Catarina - 42 km

Imagem
Florianópolis(SC), 17 de Agosto de 2014.Durante os 77 dias de recuperação da fratura da fíbula, o meu pensamento estava focado em realizar a Maratona de Santa Catarina... e meu objetivo seria alcançado na manhã do dia 17 de agosto. 

Na linha de chegada pedi a mão da minha noiva em casamento.




Semanas antes da fratura, havia pedido a conta na empresa em que trabalhava. Faltavam dois meses para me formar em Engenharia Civil. Estava disposto a começar do zero, em uma nova área da engenharia. 

Ocorreu a fratura e alguns planos precisaram ser protelados, mas o meu objetivo maior que era completar a Maratona de Santa Catarina, não.

Quando eu e minha noiva fomos a Floripa um dia antes da Maratona, minha tia retirou o kit da prova, e na visita em sua casa, disfarçadamente me entregou o kit como se fosse uma lembrança para a minha mãe.

Consegui manter segredo até a manhã da prova. Levantei as 6h, me vesti e acordei a Dani... sem ela entender, e ao mesmo tempo surpresa e preocupada, fomos em direção …

A Decisão

Imagem
Blumenau (SC), 16 de Agosto de 2014. Um pouco atrasado o post, mas vejo a necessidade de deixar registrado.






Dia 18 de Julho. Sexta-feira 7h45.

Depois de 48 dias da fratura na fíbula o fisioterapeuta AndersonTomelin (Fisioterapeuta do time de futebol Clube Atlético Metropolitano) falou:

- Agora vamos apoiar o pé no chão! 

Como eu aguardava ouvir essa frase! 

Cinco dias antes do previsto, o apoio parcial da carga sobre o pé, já era um sinal de evolução. 

Um alívio... a fisioterapia estava produzindo efeito. 

Era necessário continuar o tratamento, mais algumas sessões e alguns exercícios em casa, e também  "contraste" (com o pé, local da fratura, imerso em água quente e água gelada, alternando 3 min cada, por 15 minutos no total).


Dia 01 de Agosto. Sábado 16h30.

Depois de 60 dias da fratura na Fíbula e faltando 16 dias para a Maratona de SC, a contagem regressiva para a loucura de participar do 42 km, havia começado hoje, quando voltei para a academia.

Mancando um pouco, não de dor, mas …

Mais 15 dias

Imagem
Blumenau (SC), 08 de julho de 2014. Hoje foi o retorno ao ortopedista. Eu estava certo que sairia caminhando, psicologicamente estava me preparando para isso: colocar o pé no chão, depois de 37 dias.

Mas ainda não fui liberado.

Agora 10 seções de fisioterapia, para ganho de amplitude motora e daqui a duas semanas, iniciar a carga sobre o pé.

Saromaracer da Asics. Saudade do parceiro de muitos quilômetros... logo voltamos para a endorfina.
É algo muito pessoal a preferência por um tênis. Descobri as minhas preferências, dentro do que no momento podia investir, com o benefício que ele poderia me proporcionar. 
É claro que a vontade é sempre fazer um upgrade todo ano, mas ao mesmo tempo, sou daqueles que acabam criando um vínculo com o pisante. 
A sensação é que cada corrida o tênis fica melhor, tecnicamente, as camadas de GEL, placas de EVA, borrachas com resistências abrasivas, acabam conferindo ao tênis ao longo das corridas, o molde da sua pisada. 
Vale lembrar que muitos tênis de co…

A Fratura

Imagem
Blumenau (SC), 01 de Junho de 2014. No dia 01 de junho, domingo a noite, voltando a pé para casa depois de uma caminhada, sem perceber o desnível de aproximadamente 80cm em uma calçada, cai.
Uma queda, banal diga-se de passagem.
Na hora, sem perceber e apenas sentido dor, andei com muita dificuldade por mais uns 500 m. Na manhã seguinte, com o pé muito inchado e sem poder encostá-lo no chão, a Dani me levou para o Hospital Santa Isabel.
Raio-x e o diagnóstico. Fratura do terço distal da fíbula.

Raio-X da Fratura do terço distal da fíbula
Depois de 10 dias, fiz um novo raio-x; e a confirmação que não precisaria fazer cirurgia para dar continuidade ao tratamento. Um grande alívio, agora era apenas repouso, perna erguida e muito gelo.
Sem poder acreditar que depois de percorrer mais de 250 km em provas de Trail (trilhas, montanhas, costões, areia, descidas, subidas, praias e desertos), fui justamente ter a minha primeira fratura, andando em uma calçada... 
O incidente ocorreu 15 dias ant…